/ Notícias

11 de setembro de 2021

Sobre as cores do mês…

Os números sobre o suicídio não cansam de subir em todo o mundo, uma busca breve nas bases de dados de saúde mostra que os suicídios e as tentativa de suicídio no mundo convivem conosco como uma epidemia existencial silenciosa.

Durante a pandemia temos visto os diversos adoecimentos do corpo e arrefecimento dos sentidos da vida ante os diversos lutos. Experiências de perdas tanto nos faz questionar o sentido da existência como nos faz lutar buscar um pouco mais de resiliência e propósitos de vida.

Desde 2003 nos meses de setembro nos deparamos com as explanações sobre prevenção ao suicídio. Esse é o chamado global para o entendimento de que as populações precisam cuidar dos seus através de políticas públicas na área da saúde e de inciativas preventivas.

O mês de setembro é um lembrete de algo que, enquanto profissão, experienciamos e lidamos no nosso cotidiano. Não podemos esquecer que a existência não é plena e perfeita. Muitas vezes viver carece de cuidados em todos os meses.

A prevenção do suicídio se faz orientada cientificamente, com entendimento ético, com responsabilidade humana e se dá nos espaços onde a saúde mental é presente e pode ser promovida.

A escuta é para a psicologia um imperativo de trabalho. Não importa o nosso lugar de trabalho, a psicologia apresenta essa habilidade que facilita a compreensão e diversas tomadas de decisão em prol da saúde mental da comunidade

É preciso estudo continuado, cuidado, reflexão e várias ousadias para que as ações de prevenção ao suicídio não cessem no decorrer do ano.

O CRP13 faz desses dizeres um lembrete e um chamado para que a categoria não esqueça que para nós, todos os meses são amarelos.